Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Desconfina com roupinha nova!!!
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
collapse

Autor Tópico: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos  (Lida 359 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline joseferreira77

Meto isto em spinning porque, deve ser onde mais se gasta na pesca.

Custa acreditar, mas é verdade. A dgrm é um gabine do estado, que se preocupa em manter a cara bonita, e dar lugar a apontamentos floreados a quem esteja no poder.   É um gabinete de marketing para o sector das pescas profissionais. Turismo assegura as praias, e proteção civil a segurança.  Os coitados da PM lá tem que cumprir para enforçar.

Não quero que isto seja um post político, portanto, dou apenas um paralelo, e o argumento deverá ficar cerrado.   Não há tempo de antena nos diversos meios de comunicação para dar atenção a qualquer justificação pela interdição de pesca, nos termos do cofinamento.   

pronto, agora justificar de um lado e do outro, não interessa. Vamos lá ao que eu quero saber.

No UK a pesca ficou aberta. Há justificações económicas. O que o sector dos lúdicos contribui para a economia não deve ser proporcionalmente maior que nós, mas há uma grande diferença cultural.

A responsabilidade dos lúdicos.

Seguramente que não há tanto peixe a ser vendido por lúdicos lá, como há cá. Economia paralela de peixe é uma gargalhada de 3o mundo para um qualquer país da eu. Exceto nós.

Seguramente que não há tantos defensores da proteção e conservação cá, como lá.

Organização. Aqui quem fala são as federações. Ou seja, talvez 1pct de todos os lúdicos.

Democracia? Qué isso? Somos uns porreiros. A gente, na primeira manda, obedeceu sem justificação, agora nesta, pronto a gente obedece, sem justificação. Embora pronto, por acaso já sabemos de malta a passar mal. Mas se não sou conhecêssemos, obedeciamos calados na mesma.

Desta leva é sensato, mas estamos a ter que preocupar com lojistas que estão sem negócio, e com rendas para pagar.
Com embarcações de recreio que estão paradas sem facturar.  Com a falta de incentivo para estas se tornarem legais.....

Isto está mal. E sim, deveras mal, e o timing é errado, por falta dos meios invisíveis que nos apoiam na pesca lúdica. 
Mas isto não pode continuar mal.   Se está pandemia/nova realidade for substituída por outra daqui a 6 meses, nós precisamos de ter voz.  Eu tenho que ir pescar já.


 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: A Machado

Offline kalvas

  • Gestor do Pesqueiro
  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 13551
  • Agradecido: 827 vezes
    • Sintra
  • No Pesqueiro desde:
  • 20:48 Segunda, 30 de Dezembro de 2013
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #1 em: 16:51 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
O que o sector dos lúdicos contribui para a economia não deve ser proporcionalmente maior que nós,



Tirando esta pequena ressalva estou totalmente de acordo contigo.

 Enquanto for cada um por si não teremos voz...
Trabalhador por obrigação ; pescador por gosto.
 

Offline chicofarias

  • Robalo
  • ***
  • Mensagens: 139
  • Agradecido: 9 vezes
  • Don't worry...be happy
    • Seixal
  • No Pesqueiro desde:
  • 18:29 Sexta, 27 de Dezembro de 2013
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #2 em: 17:42 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
Infelizmente, basta alguem criar um clube de pesca desportiva e todos nós nos poderiamos inscrever e ai já poderiamos pescar. Pode ser que alguem saiba como e se lembre de faze-lo.
 

Offline Ricardo Nunes

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 5650
  • Agradecido: 841 vezes
    • Sintra
  • No Pesqueiro desde:
  • 14:21 Quarta, 19 de Dezembro de 2018
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #3 em: 18:08 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
No meu ver o grave da questão não é só a falta de representação. Temos de ver as diferenças culturais entre o uk e nós, por exemplo. Ao passo que lá foi dada a excepção de permitir a pesca lúdica, ninguém levantou grandes ondas sobre a questão. Até porque eles levaram com um lockdown tal que nem foi preciso interditar a pesca, não tinham horários para isso.
Por cá, e para quem se lembra, durante o primeiro confinamento, a dada altura deram o acesso aos areais para surfistas e pescadores lúdicos, mantendo vedado o acesso para todos os outros. Isto numa fase inicial. O que se sucedeu de imediato foi uma vaga de indignação e protestos contra esta excepção! Uns bradavam aos céus que era injustiça e o que éramos a mais que o resto do povo, outros que sendo assim até iam comprar uma prancha ou um caniço só para terem direito a ir á praia. Resultado: o governo teve de dar o acesso a todos... Desta vez não quiseram saber. Fechou, e fechou para todos.
Como já vai sendo apanágio em temas menores, chutou para canto a responsabilidade relativa ao surf para as autarquias que possuem orla costeira, face aos apelos da FPS. O governo diz ok, então o surf não está proibido MAS se podem aceder às praias ou não, isso é com as CM's. São brancos entendam-se, e não vamos falar muito nisso para não haver barulho. Tornou-se um não tema, ao passo que a pesca desportiva então passou a assunto invisível.

Eu mantenho a minha posição, ambas devem estar interditas, assim como todas as excepções que levem a criar o mesmo tipo de atritos e atitudes que metam mais gente na rua.
O sem medida devolvido de hoje é o tarolo de amanhã
 

Offline gmarques

  • Corvina
  • ****
  • Mensagens: 361
  • Agradecido: 120 vezes
    • Quinta do Conde
  • No Pesqueiro desde:
  • 09:46 Quarta, 09 de Março de 2016
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #4 em: 18:13 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Meto isto em spinning porque, deve ser onde mais se gasta na pesca.

Custa acreditar, mas é verdade. A dgrm é um gabine do estado, que se preocupa em manter a cara bonita, e dar lugar a apontamentos floreados a quem esteja no poder.   É um gabinete de marketing para o sector das pescas profissionais. Turismo assegura as praias, e proteção civil a segurança.  Os coitados da PM lá tem que cumprir para enforçar.

Não quero que isto seja um post político, portanto, dou apenas um paralelo, e o argumento deverá ficar cerrado.   Não há tempo de antena nos diversos meios de comunicação para dar atenção a qualquer justificação pela interdição de pesca, nos termos do cofinamento.   

pronto, agora justificar de um lado e do outro, não interessa. Vamos lá ao que eu quero saber.

No UK a pesca ficou aberta. Há justificações económicas. O que o sector dos lúdicos contribui para a economia não deve ser proporcionalmente maior que nós, mas há uma grande diferença cultural.

A responsabilidade dos lúdicos.

Seguramente que não há tanto peixe a ser vendido por lúdicos lá, como há cá. Economia paralela de peixe é uma gargalhada de 3o mundo para um qualquer país da eu. Exceto nós.

Seguramente que não há tantos defensores da proteção e conservação cá, como lá.

Organização. Aqui quem fala são as federações. Ou seja, talvez 1pct de todos os lúdicos.

Democracia? Qué isso? Somos uns porreiros. A gente, na primeira manda, obedeceu sem justificação, agora nesta, pronto a gente obedece, sem justificação. Embora pronto, por acaso já sabemos de malta a passar mal. Mas se não sou conhecêssemos, obedeciamos calados na mesma.

Desta leva é sensato, mas estamos a ter que preocupar com lojistas que estão sem negócio, e com rendas para pagar.
Com embarcações de recreio que estão paradas sem facturar.  Com a falta de incentivo para estas se tornarem legais.....

Isto está mal. E sim, deveras mal, e o timing é errado, por falta dos meios invisíveis que nos apoiam na pesca lúdica. 
Mas isto não pode continuar mal.   Se está pandemia/nova realidade for substituída por outra daqui a 6 meses, nós precisamos de ter voz.  Eu tenho que ir pescar já.


Boas,

Não nos basta ter uma voz ou vozes que nos representem.
Falaste e muito bem do exemplo do UK, mas convém ir mais a fundo.
No UK, são vários os clubes e as associações ligadas à pesca lúdica. Mas são há muitos anos não é de agora.
Tem uma força que não tinham de inicio, essa força foi contruída e cimentada ao longo dos anos.

Mas isso é só uma das diferenças, sendo talvez a mais evidente.
No UK, muito do trabalho feito por essas associações e clubes, não se centra na proteção do pescador lúdico. Foca-se na proteção do peixe. Eles têm por  exemplo uma grande representação na proteção dos robalos, o alvo de muitos que pescam com amostras. Basta ver o período do ano em que podem reter robalos, e mesmo no número que podem reter. Nas medidas mínimas. E que eu me tenha apercebido, não andam a lutar para que acabem com esses defesos, nem aumentar o número que podem reter. Eles lutam contra o que está mal, e não para fazer mal porque noutras pescas fazem.
Não se vê associações a tentar que diminuam tamanhos mínimos, é mais certo lutarem para que os aumentem não permitindo reter peixe pequeno nem demasiado grande pelo que uma desova com sucesso de um peixe desses iria representar.
Quando não podem pescar robalos, dedicam-se a outros peixes, o badejo, o bodião, e que grandes bodiões que apanham.

Ou seja, eles (associações e clubes) quando se juntam são levados a sério, pois têm um papel muito ativo no que é a pesca lúdica e o que é preservação de uma espécie.

É portanto uma realidade muito diferente da nossa.

Não estou a discordar do que disseste, apenas a acrescentar algo para que se entenda melhor os porquês de no UK ser como é.


"Existem três tipos de homens: os vivos, os mortos e os que andam no mar." Platão
 

Offline ze carlos

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 2736
  • Agradecido: 280 vezes
    • Amadora
  • No Pesqueiro desde:
  • 00:35 Terça, 27 de Setembro de 2016
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #5 em: 19:00 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
hoje na televisão já dizem que o confinamento só irá ser um pouco levantado ( um ligeiro desconfinamento por assim dizer ) lá para abril se baixar dos 2000 infetados ou seja na melhor das hipóteses poder-se á ir á pesca lá para maio junho
Abraço
 

Offline amateus

  • Robalo
  • ***
  • Mensagens: 144
  • Agradecido: 58 vezes
    • Seixal
  • No Pesqueiro desde:
  • 14:45 Sexta, 07 de Setembro de 2018
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #6 em: 19:27 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
Boas,

Ia escrever um texto sobre isso, mas sinceramente, resolvi apagar e digo apenas o seguinte, porque pratico carp fishing e acompanho bastante a comunidade (não só mas principalmente) no UK:
UK tem uma cultura quer de pescadores, quer da sociedade em geral, a milhas de Portugal. Não me surpreende nada que lá não tenha sido proibido porque os pescadores no UK respeitam e dão-se ao respeito.

De resto concordo com a generalidade do que disseram, e é um debate interessante.

Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Meto isto em spinning porque, deve ser onde mais se gasta na pesca.
.

Sendo praticante de Carp Fishing, não sei se concordo ahahah ;D
 

Online telmomadeira

  • Carapau
  • **
  • Mensagens: 98
  • Agradecido: 21 vezes
    • Lisboa
  • No Pesqueiro desde:
  • 15:43 Segunda, 25 de Agosto de 2014
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #7 em: 19:31 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Infelizmente, basta alguem criar um clube de pesca desportiva e todos nós nos poderiamos inscrever e ai já poderiamos pescar. Pode ser que alguem saiba como e se lembre de faze-lo.

Penso que não será bem assim e não me querendo alongar muito nem discutir questões de direito, senão e como é do conhecimento de todos aqui, este fórum tem 9000 utilizadores, grande parte queixasse que quer pescar pescar, vamos então criar um clube ou inscrevemos nos todos num clube e acabasse o confinamento.
O que acham?
 

Offline chicofarias

  • Robalo
  • ***
  • Mensagens: 139
  • Agradecido: 9 vezes
  • Don't worry...be happy
    • Seixal
  • No Pesqueiro desde:
  • 18:29 Sexta, 27 de Dezembro de 2013
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #8 em: 20:50 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
Amigo, segundo o lei é assim, passa a ser pesca desportiva, ao inves de pesca ludica.
 

Online telmomadeira

  • Carapau
  • **
  • Mensagens: 98
  • Agradecido: 21 vezes
    • Lisboa
  • No Pesqueiro desde:
  • 15:43 Segunda, 25 de Agosto de 2014
Re: Cultura da pesca -peso 0 na contabilidade do estado para os pescadores lúdicos
« Responder #9 em: 21:03 Domingo, 07 de Fevereiro de 2021 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Amigo, segundo o lei é assim, passa a ser pesca desportiva, ao inves de pesca ludica.

Pesquei até ao dia 21 de Janeiro desde aí só saio para trabalhar, supermercado e passear o cão, com pouca gente falo.
Nao vou à pesca em 1 lugar porque não me apetece pagar 200€.
Em 2 lugar é muito mais importante, hoje estou e fico em casa pelos que estão nos hospital para que é espero que amanhã tenham tempo para mim.
Tenham juízo.
Abraço a todos
 

 

* Tópicos Recentes