Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Desconfina com roupinha nova!!!
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
collapse

Autor Tópico: A pesca e as trovoadas  (Lida 1643 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Mário Leão

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 751
  • Agradecido: 44 vezes
    • Oeiras
  • No Pesqueiro desde:
  • 08:35 Terça, 24 de Dezembro de 2013
A pesca e as trovoadas
« em: 10:30 Quarta, 22 de Julho de 2020 »
Na passada segunda-feira, estava eu a pesca quando surgiu a tempestade de que tanto se falou nos jornais, TV e redes sociais.
Quando me apercebi que trovoada estava quase em cima de mim, recolhi as canas e quase corri para o carro, mas nao deixei de reparar que as luzes dos outros pescadores se mantinham na praia. Nao sei se pescavam ou estavam abrigados, mas na minha opinião ficar na praia não foi a melhor opção.
Junto deixo um video de alguem que sobreviveu para contar, mas certamente nunca mais deve continuar a pescar durante uma trovoada.
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Nelson Pinto

Offline gmarques

  • Corvina
  • ****
  • Mensagens: 361
  • Agradecido: 120 vezes
    • Quinta do Conde
  • No Pesqueiro desde:
  • 09:46 Quarta, 09 de Março de 2016
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #1 em: 10:42 Quarta, 22 de Julho de 2020 »
Deixam-se ficar porque a trovoada é como muitas outras coisas... só acontece aos outros
"Existem três tipos de homens: os vivos, os mortos e os que andam no mar." Platão
 

Offline joaop

  • Corvina
  • ****
  • Mensagens: 270
  • Agradecido: 46 vezes
    • sintra
  • No Pesqueiro desde:
  • 23:27 Domingo, 15 de Maio de 2016
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #2 em: 12:05 Quarta, 22 de Julho de 2020 »
Se começasse a trovejar à séria mesmo por cima de mim e eu à pesca, pirava-me dali e nem o material recolhia… ia lá busca-lo quando a trovoada parasse.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cafunfo

Offline quink644

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 1831
  • Agradecido: 149 vezes
    • Cascais
  • No Pesqueiro desde:
  • 21:31 Quarta, 09 de Março de 2016
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #3 em: 13:05 Quarta, 22 de Julho de 2020 »
Já me aconteceu, pirei-me para o carro com um amigo e as canas ficaram lá… Outra vez, foi mais complicado porque estava bastante longe do carro… Acho que aprendi…
 

Offline Trindade

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 852
  • Agradecido: 180 vezes
  • A Gradar ( ás vezes ) desde 1980
    • Loures
  • No Pesqueiro desde:
  • 23:04 Quarta, 25 de Dezembro de 2013
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #4 em: 13:23 Quarta, 22 de Julho de 2020 »
Boa tarde

Das duas , uma,.....

Se tiver tempo , desmonto e vou para casa que não tenho vocação para para- raios.........

Se tiver o azar de a trovoada chegar depressa demais , coloco as canas na horizontal , deitadas na areia e afasto-me o mais que puder das canas até a trovoada passar ,.........gosto muito de pescar em segurança .

Não facilitem , só se vive uma vez,.........
Trindade , o gradeiro do Oeste
 

Offline Sansoni7

  • Corvina
  • ****
  • Mensagens: 294
  • Agradecido: 53 vezes
    • Porto
  • No Pesqueiro desde:
  • 13:23 Segunda, 06 de Agosto de 2018
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #5 em: 10:03 Quinta, 23 de Julho de 2020 »
Já agora, para quem não sabe, cá vai uma forma de calcularmos a distância a que está uma trovada, do local onde nos encontrámos:
1- Atenta-se no raio;
2- Começa-se a contar os segundos» desde que apareceu o raio, até ao momento em que se houve o trovão;
3- Multiplica-se os «segundos» contados por 360 ( velocidade do som);
4- O resultado obtido será os metros a que a trovoada está do local onde nos encontrámos.

____________________
Boas pescarias....e em segurança.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: A Machado, aaalmartins, Ricardo Nunes

Offline JVieira

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 3302
  • Agradecido: 502 vezes
    • Pnf city
  • No Pesqueiro desde:
  • 13:02 Sexta, 17 de Janeiro de 2014
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #6 em: 12:07 Quinta, 23 de Julho de 2020 »
Não é que tenha grande importância para as contas, mas... a velocidade de propagação do som no ar é de 340 m/s.

Um abraço,
(que boa pesca... não se deseja a ninguém)

José Vieira
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: A Machado, Ricardo Nunes

Offline Sansoni7

  • Corvina
  • ****
  • Mensagens: 294
  • Agradecido: 53 vezes
    • Porto
  • No Pesqueiro desde:
  • 13:23 Segunda, 06 de Agosto de 2018
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #7 em: 07:17 Sexta, 24 de Julho de 2020 »
Obrigado pela correção.
A culpa desta minha falha está nas «grades»....muitas «grades». :D
 

Offline A Machado

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 4014
  • Agradecido: 177 vezes
  • Eu...hum... eu é que sou o Comendador.....
    • Braga VVD
  • No Pesqueiro desde:
  • 12:21 Segunda, 28 de Julho de 2014
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #8 em: 10:20 Sexta, 24 de Julho de 2020 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Não é que tenha grande importância para as contas, mas... a velocidade de propagação do som no ar é de 340 m/s.

Amigo Vieira tem toda a importância....  Eu, com uma propagação a uma velocidade de 340 m/s ainda arrisco ir pescar, porque o meu record de velocidade está nos 350 m/s... Agora se fosse 360 m/s, já não arriscaria porque, como se compreende, seria facilmente apanhado pelo raio..     ;D
Os políticos e as fraldas devem ser mudados frequentemente e pela mesma razão (Eça de Queiroz)
 

Offline ffgsoares

  • Gestor do Pesqueiro
  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 14305
  • Agradecido: 750 vezes
  • nada é estático, no percurso da vida tudo muda !
    • Ponte do Rol-Torres Vedras
  • No Pesqueiro desde:
  • 23:22 Segunda, 23 de Dezembro de 2013
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #9 em: 18:41 Sexta, 24 de Julho de 2020 »

 Por acaso há uns anos atrás passei por uma situação de "algum" medo  :join:

 Estava com o amigo João na lagoa, tínhamos chegado já com alguma chuva mas, na altura isso nem era impedimento para  a pescaria, material montado e a trabalhar e a chuva persistia até que a sul começa uma trovoada, bem longe, (até estavam a sair uns belos sargos, 2 ou 3 cada um, e a trovoada foi chegando, a chuva não passava e passado algum tempo parecia que estava a ver-nos, parou ali à nossa frente e era com cada estaladão que, ainda me lembro, diz o João, parece que estou com receio de ir às canas, digo eu, que achas, se calhar vamos embora, isto não pára, nem a chuva, nem a trovoada, e zás, recolher canas na broa (e os trovões a estalar mesmo à nossa frente), e uma até tinha peixe, vá de arrumar à balda, cortar linhas, desmontar canas, tudo a monte prá mochila (e a chuva a aumentar), arrancamos de chapéus abertos, aquilo ainda fica longe dos carros, que cena, a água entrava por cima e saía por baixo.
 Já nos carro (carrinha) levantámos a porta traseira para abrigar e vá de descarregar tudo lá para dentro à bruta, surge um outro pescador que estava atrapalhado, não conseguia tirar um elemento da cana, fui ajudar, a chuva era uma loucura, os trovões no mar... que cena.

 Quando entramos no carro foi só tirar roupas completamente encharcadas e arrancar.

 À beira mar quando surge a trovoada aquilo mete medo, muito respeito pelos elementos amigos, senti-mo-nos bem pequeninos naquela hora.

 Parecia a cena da grande fuga  :join:
 

Offline Costa

  • Gestor do Pesqueiro
  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 11792
  • Agradecido: 724 vezes
    • Vila do Conde
    • Vila Car automóveis
  • No Pesqueiro desde:
  • 17:01 Sábado, 21 de Dezembro de 2013
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #10 em: 23:24 Sexta, 24 de Julho de 2020 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Não é que tenha grande importância para as contas, mas... a velocidade de propagação do som no ar é de 340 m/s.

Amigo Vieira tem toda a importância....  Eu, com uma propagação a uma velocidade de 340 m/s ainda arrisco ir pescar, porque o meu record de velocidade está nos 350 m/s... Agora se fosse 360 m/s, já não arriscaria porque, como se compreende, seria facilmente apanhado pelo raio..     ;D
X 2 amigo Machado  ;D ;D
"born to fish forced to work"
 

Offline Teask

  • Boga
  • *
  • Mensagens: 31
    • Benavente
  • No Pesqueiro desde:
  • 15:48 Segunda, 28 de Dezembro de 2020
Re: A pesca e as trovoadas
« Responder #11 em: 22:08 Sexta, 14 de Maio de 2021 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Já agora, para quem não sabe, cá vai uma forma de calcularmos a distância a que está uma trovada, do local onde nos encontrámos:
1- Atenta-se no raio;
2- Começa-se a contar os segundos» desde que apareceu o raio, até ao momento em que se houve o trovão;
3- Multiplica-se os «segundos» contados por 360 ( velocidade do som);
4- O resultado obtido será os metros a que a trovoada está do local onde nos encontrámos.

____________________
Boas pescarias....e em segurança.
Sei que ja passou muito tempo mas vale lembrar que um raio pode atingir uma pessoa aproximadamente 40km da trovoada o que muda muita coisa