collapse

Autor Tópico: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017  (Lida 1682 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Nelson Peres

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 18209
  • Agradecido: 785 vezes
    • Parchal - Algarve
  • No Pesqueiro desde:
  • 09:55 Terça, 24 de Dezembro de 2013
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #15 em: 08:05 Quarta, 10 de Janeiro de 2018 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
:hummm: :hummm: :hummm:

Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre

Parece-me claro e óbvio este tema. Somos todos uns pescadores fabulosos  ;D que cada vez mais todos sentimos dificuldades para tirar 1 peixe, quanto mais fazer alguma mossa.

Sou a favor de medidas, tal e qual como ja companheiro falaram aqui. Justas e para todos, sem loobies, sem interesses sem nada.
Nelson Peres
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Alentejano

Offline ze carlos

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 1827
  • Agradecido: 138 vezes
    • Amadora
  • No Pesqueiro desde:
  • 00:35 Terça, 27 de Setembro de 2016
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #16 em: 16:07 Quarta, 10 de Janeiro de 2018 »
a pesca eléctrica não vai ser uma pesca pouco selectiva ??
por onde passar mata tudo desde o krill ás espécies de maior porte
há mar e mar
há ir e voltar
autor
zé pescador
Um Abraço
 

Offline João Pontes

  • Corvina
  • ****
  • Mensagens: 470
  • Agradecido: 30 vezes
    • Vila do Conde(Porto)- FARO
  • No Pesqueiro desde:
  • 22:54 Segunda, 23 de Dezembro de 2013
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #17 em: 22:08 Quarta, 10 de Janeiro de 2018 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Concordo em parte com o Nuno, existem "Pseudo-lúdicos" que capturam mais robalo do que alguns profissionais, no entanto não podemos descurar o impacto que os profissionais têm. Que a pesca recreativa tem mais impacto do que o que se pensa ? Sem dúvida !! São 48 000 licenças apeadas + 38 000 licenças pesca embarcada ( que servem também para a pesca de costa pelo que também devem ser incluídas) + 1400 licenças de pesca Geral ( dá para todos os tipos de pesca).
Se estas pessoas todas apanharem um robalo, são aprox. 87 000 robalos, se este robalo que apanharem tiver 1 kilo, são 87 toneladas. Isto se só apanharem um único robalo num ano e de 1 kilo, todos nós sabemos que existem muitos que apanham bem mais do que 1 robalo enquanto que outros nem um apanham. No entanto, são mais as pessoas que apanham mais do que um exemplar, do que a minoria que não chega a apanhar robalos num ano.
Temos de ver todas as perspectivas e não só a perspectiva que nos convém senão não estamos a ser coerentes.
Quanto à proibição propriamente dita, não vai acontecer para Portugal, pelo menos a curto prazo porque não há estudos de avaliação de stock, ou seja não há dados, mas num futuro próximo as coisas já vão ser diferentes.
Que seja um abre olhos para alguns ;)


Óh João desculpa lá, mas se a minha avó tivesse tomates era meu avô !

Respeito a tua opinião mas é baseada em demasiados ses. Eu frequento o forum diáriamente e vejo bem o castigo que a malta leva para apanhar um peixe. Tu e o Nuno estão a falar concerteza em alguns casos específicos de pescadores que pouco falta para serem profissionais, tou esse peixe todo que vocês falam. Tanta fartura  ;D ;D

Nem vou entrar nisso dos ses porque com esses numero que apresentam, de não sei quantos mil apeados e embarcados e não sei quantos profissionais é fazeres as mesmas contas ao profissionais  ;D E se elevares a fasquia ao nível que elevaste dos lúdicos  ;D ;D é mais peixe do que o que o mar têm.

Pegando naquilo que escreveste, temos de ver todas as perspectivas e não só a perspectiva que nos convém senão não estamos a ser coerentes. Quantos robalos apanhas tu por ano ?! Assim tanto que te faça ter essa opinião. Julgo que se fizer uma sondagem, e anda no facebook uma sondagem do tipo, 90% das pessoas considerariam que a pesca profissional tem um impacto muito pior.



Não são "ses", são números, é diferente. Ninguém disse que a pesca comercial não tem um grande impacto, óbvio que tem! No entanto a pesca lúdica também tem o seu, não é preciso escamotear nem dizer que um pescador que apanha um ou dois peixes de cada vez que vai à pesca não tem impacto. E quando esses um ou dois peixes são multiplicados por 200 mil pessoas ?
É preciso é terem noção que também há um grande impacto também do sector recreativo, não é a assobiar para o lado que se resolvem as coisas e quando o cinto aperta ( como quando sai alguma proposta da UE) que caem os santos todos do altar, e AIII VALHA-ME DEUS QUE ELES VÃO PROIBIR ISTO E AQUILO.
Ninguém vai proibir nada em Portugal sem argumentos científicos para o fazerem, mas se existir algum estudo bem estruturado que corrobore a proposta que eles querem aprovar... aí a porca já torce o rabo! E se existirem provas qual vai ser o argumento ? Que na "nossa" opinião não há impacto ? E se os entendidos mostrarem provas de que há ?
E já estive dentro de arrastões de todos os tipos, de barcos do cerco, de tresmalho, armadilhas, etc..., sei bem do impacto que eles têm, ninguém precisa de mo dizer, temos é de "tirar as palas" e perceber que as coisas que acontecem não só culpa do nosso vizinho :) Como costuma dizer a malta cá da zona: Pimenta no cu dos outros para nós é refresco ;)
« Última modificação: 22:22 Quarta, 10 de Janeiro de 2018 por João Pontes »
"I like to think there is a connection between fishing and thinking. I do spend a lot of time thinking about fishing."
 

Offline ze carlos

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 1827
  • Agradecido: 138 vezes
    • Amadora
  • No Pesqueiro desde:
  • 00:35 Terça, 27 de Setembro de 2016
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #18 em: 23:24 Quarta, 10 de Janeiro de 2018 »
a meu ver o robalo é uma espécie que acaba por correr um risco moderado de extinção visto ser uma espécie possível  de ser reproduzida em cativeiro,é uma questão de reproduzir e reintroduzir no habitat natural se calhar só não o fazem porque não é economicamente viável mais de resto se houvesse um pouco de boa vontade acho que era possível de colocar em pratica,dando assim uma maior probabilidade de sustentação das espécie, o mesmo se aplica á dourada e a todas as outras espécies possíveis de reproduzir em cativeiro
há mar e mar
há ir e voltar
autor
zé pescador
Um Abraço
 

Offline Rider

  • Assessor do Pesqueiro
  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 11044
  • Agradecido: 548 vezes
    • Cartaxo - Baleal
  • No Pesqueiro desde:
  • 23:41 Segunda, 23 de Dezembro de 2013
A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #19 em: 17:58 Quinta, 11 de Janeiro de 2018 »
Inserir Citação (seleção)
a pesca eléctrica não vai ser uma pesca pouco selectiva ??
por onde passar mata tudo desde o krill ás espécies de maior porte

Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Espera o melhor, prepara-te para o pior e aceita o que vier.

Cumprimentos,
José Matos
 

Offline ze carlos

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 1827
  • Agradecido: 138 vezes
    • Amadora
  • No Pesqueiro desde:
  • 00:35 Terça, 27 de Setembro de 2016
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #20 em: 18:07 Quinta, 11 de Janeiro de 2018 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Inserir Citação (seleção)
a pesca eléctrica não vai ser uma pesca pouco selectiva ??
por onde passar mata tudo desde o krill ás espécies de maior porte

Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre

haja alguém com bom senso :aplau: :aplau:
há mar e mar
há ir e voltar
autor
zé pescador
Um Abraço
 

Offline Dpereira

  • Carapau
  • **
  • Mensagens: 60
  • Agradecido: 5 vezes
    • Faro
  • No Pesqueiro desde:
  • 18:01 Quinta, 11 de Janeiro de 2018
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #21 em: 18:57 Quinta, 11 de Janeiro de 2018 »
Boas a todos! A meu ver este é um tema muito sensivel, tal como o tema da sardinha em Portugal e super sensível. Mas a verdade é que temos de pensar não no agora nem para o ano temos de pensar em décadas e mais a frente se como pescadores recreativos adoramos todos os recursos em que praticamos o desporto é essencial respeitar os tamanhos de captura, ter noção das épocas de reprodução das espécies, pagar a licença ( que deveria haver mais controlo disso)
Isto enquanto pescadores amadores. Enquanto consumidores devemos tentar comprar de fontes sustentáveis.

Temos de proteger o mar para continuarmos a pescar! ;)
Os carretos a rodar, sabor a sal e os peixinhos a saltar!
 

Offline João Pontes

  • Corvina
  • ****
  • Mensagens: 470
  • Agradecido: 30 vezes
    • Vila do Conde(Porto)- FARO
  • No Pesqueiro desde:
  • 22:54 Segunda, 23 de Dezembro de 2013
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #22 em: 20:50 Quinta, 11 de Janeiro de 2018 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
a meu ver o robalo é uma espécie que acaba por correr um risco moderado de extinção visto ser uma espécie possível  de ser reproduzida em cativeiro,é uma questão de reproduzir e reintroduzir no habitat natural se calhar só não o fazem porque não é economicamente viável mais de resto se houvesse um pouco de boa vontade acho que era possível de colocar em pratica,dando assim uma maior probabilidade de sustentação das espécie, o mesmo se aplica á dourada e a todas as outras espécies possíveis de reproduzir em cativeiro


Não podemos simplesmente criar robalo em cativeiro e soltar assim os exemplares, são precisos estudos genéticos extensivos das áreas onde vão ser repovoados os exemplares.
"I like to think there is a connection between fishing and thinking. I do spend a lot of time thinking about fishing."
 

Offline ze carlos

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 1827
  • Agradecido: 138 vezes
    • Amadora
  • No Pesqueiro desde:
  • 00:35 Terça, 27 de Setembro de 2016
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #23 em: 23:35 Quinta, 11 de Janeiro de 2018 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
a meu ver o robalo é uma espécie que acaba por correr um risco moderado de extinção visto ser uma espécie possível  de ser reproduzida em cativeiro,é uma questão de reproduzir e reintroduzir no habitat natural se calhar só não o fazem porque não é economicamente viável mais de resto se houvesse um pouco de boa vontade acho que era possível de colocar em pratica,dando assim uma maior probabilidade de sustentação das espécie, o mesmo se aplica á dourada e a todas as outras espécies possíveis de reproduzir em cativeiro


Não podemos simplesmente criar robalo em cativeiro e soltar assim os exemplares, são precisos estudos genéticos extensivos das áreas onde vão ser repovoados os exemplares.

a meu ver mais vale isso do que deixar extinguir a especie

assim como assim cada vez estamos mais afundados em m€rd@

Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre

há mar e mar
há ir e voltar
autor
zé pescador
Um Abraço
 

Offline rui salmonete

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 2981
  • Agradecido: 318 vezes
    • ericeira
  • No Pesqueiro desde:
  • 10:58 Terça, 22 de Novembro de 2016
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #24 em: 09:18 Sexta, 12 de Janeiro de 2018 »
Aqui o problema nao e' a manutenção da espécie mas sim como se quer manter.
Se a proibição de apanha do Robalo e' so' para a pesca lúdica, então este conceito não tem sentido nenhum.
A pesca profissional com as redes apanha muitíssimo mais do que alguma vez os pescadores lúdicos conseguem todos juntos.
Depois sao as redes perdidas e por tal abandonadas no mar que causam muitíssimos estragos, no que diz respeito a peixe apanhado. Também são os Aparelhos de pesca que os profissionais largam a' borda de agua muitos vezes com 150 Anzóis cada iscados com pilado e que varrem tudo o que ali passa.
Nao e' um pescador lúdico que mete aqui a foto de um Robalo na grande maioria das vezes, captura esta feita depois de tantas e tantas grades, que vai fazer baixar o lote de Robalos nas nossas aguas.
Se medidas de defeso forem adotadas para proteger uma espécie, então que sejam adotadas para todos os intervenientes de pesca, independente se profissionais ou lúdicos.
Pescar nao nos deixa dormir, comer bem, descansar mas nada nos da' mais prazer e liberdade.
 

Offline Nelson Peres

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 18209
  • Agradecido: 785 vezes
    • Parchal - Algarve
  • No Pesqueiro desde:
  • 09:55 Terça, 24 de Dezembro de 2013
Re: A UE proíbe a pesca recreativa do robalo - conselho União Europeia Dezembro 2017
« Responder #25 em: 10:59 Sábado, 13 de Janeiro de 2018 »
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Não está autorizado a ver ligações. Registe-se ou Entre
Concordo em parte com o Nuno, existem "Pseudo-lúdicos" que capturam mais robalo do que alguns profissionais, no entanto não podemos descurar o impacto que os profissionais têm. Que a pesca recreativa tem mais impacto do que o que se pensa ? Sem dúvida !! São 48 000 licenças apeadas + 38 000 licenças pesca embarcada ( que servem também para a pesca de costa pelo que também devem ser incluídas) + 1400 licenças de pesca Geral ( dá para todos os tipos de pesca).
Se estas pessoas todas apanharem um robalo, são aprox. 87 000 robalos, se este robalo que apanharem tiver 1 kilo, são 87 toneladas. Isto se só apanharem um único robalo num ano e de 1 kilo, todos nós sabemos que existem muitos que apanham bem mais do que 1 robalo enquanto que outros nem um apanham. No entanto, são mais as pessoas que apanham mais do que um exemplar, do que a minoria que não chega a apanhar robalos num ano.
Temos de ver todas as perspectivas e não só a perspectiva que nos convém senão não estamos a ser coerentes.
Quanto à proibição propriamente dita, não vai acontecer para Portugal, pelo menos a curto prazo porque não há estudos de avaliação de stock, ou seja não há dados, mas num futuro próximo as coisas já vão ser diferentes.
Que seja um abre olhos para alguns ;)


Óh João desculpa lá, mas se a minha avó tivesse tomates era meu avô !

Respeito a tua opinião mas é baseada em demasiados ses. Eu frequento o forum diáriamente e vejo bem o castigo que a malta leva para apanhar um peixe. Tu e o Nuno estão a falar concerteza em alguns casos específicos de pescadores que pouco falta para serem profissionais, tou esse peixe todo que vocês falam. Tanta fartura  ;D ;D

Nem vou entrar nisso dos ses porque com esses numero que apresentam, de não sei quantos mil apeados e embarcados e não sei quantos profissionais é fazeres as mesmas contas ao profissionais  ;D E se elevares a fasquia ao nível que elevaste dos lúdicos  ;D ;D é mais peixe do que o que o mar têm.

Pegando naquilo que escreveste, temos de ver todas as perspectivas e não só a perspectiva que nos convém senão não estamos a ser coerentes. Quantos robalos apanhas tu por ano ?! Assim tanto que te faça ter essa opinião. Julgo que se fizer uma sondagem, e anda no facebook uma sondagem do tipo, 90% das pessoas considerariam que a pesca profissional tem um impacto muito pior.



Não são "ses", são números, é diferente. Ninguém disse que a pesca comercial não tem um grande impacto, óbvio que tem! No entanto a pesca lúdica também tem o seu, não é preciso escamotear nem dizer que um pescador que apanha um ou dois peixes de cada vez que vai à pesca não tem impacto. E quando esses um ou dois peixes são multiplicados por 200 mil pessoas ?
É preciso é terem noção que também há um grande impacto também do sector recreativo, não é a assobiar para o lado que se resolvem as coisas e quando o cinto aperta ( como quando sai alguma proposta da UE) que caem os santos todos do altar, e AIII VALHA-ME DEUS QUE ELES VÃO PROIBIR ISTO E AQUILO.
Ninguém vai proibir nada em Portugal sem argumentos científicos para o fazerem, mas se existir algum estudo bem estruturado que corrobore a proposta que eles querem aprovar... aí a porca já torce o rabo! E se existirem provas qual vai ser o argumento ? Que na "nossa" opinião não há impacto ? E se os entendidos mostrarem provas de que há ?
E já estive dentro de arrastões de todos os tipos, de barcos do cerco, de tresmalho, armadilhas, etc..., sei bem do impacto que eles têm, ninguém precisa de mo dizer, temos é de "tirar as palas" e perceber que as coisas que acontecem não só culpa do nosso vizinho :) Como costuma dizer a malta cá da zona: Pimenta no cu dos outros para nós é refresco ;)

João, impacto tem sempre que sai um peixe do mar. Qualquer tipo de pesca causa impacto, qualquer um percebe facilmente isso. O que eu digo é que dentro das tuas próprias contas, soma os peixes que quiseres e multiplica por esses 200 mil e depois faz as tuas contas também com os profissionais/comerciais.

A questão é, quem têm mais impacto ?!
Se sabemos que todos tem impacto então vamos ser justos e adoptar medidas diferentes em função do impacto que causam, inibindo/castigando/restringindo (seja o que for) com mais veemência e por ordem os que causam esse maior impacto.

Toda a gente está consciente que devem ser tomadas medidas, mas o que acho graça é ler a tua opinião (e não és só tu a ter a mesma mas poucos mais há) e ficar a pensar que os pescadores lúdicos em Portugal são causadores de um impacto grande como se fosse o pior !!!    E depois verificar que as medidas atingem numa maior proporção os lúdicos.

Outra coisa que me faz uma grande confusão é se tens essa experiência toda de estar em arrastões, etc, etc, etc,... porque limitas o teu comentário a esse respeito a :
«...sei bem do impacto que eles têm, ninguém precisa de mo dizer, temos é de "tirar as palas" e perceber que as coisas que acontecem não só culpa do nosso vizinho :) Como costuma dizer a malta cá da zona: Pimenta no cu dos outros para nós é refresco ;)»  ??!!!

As possíveis medidas que virão, talvez nenhuma me choque. Já é um habito grande o legislador em Portugal estudar pelos livros que escreve. Já é habito estarem sentados em secretárias e terem ideias descabidas por isso nada me chocará. Aumentem o preço das licenças, aumentem o numero de locais proibidos a pescar, diminuam o peso máximo de capturas diárias, bora... ;D

Gostava de saber quantos pescadores aqui do forum já ultrapassaram mais que 3 vezes por ano o limite máximo de capturas ?!

Nelson Peres
 

 

* Tópicos Recentes

Ajuda na escolha de material por MárioRosa [Hoje às 00:03]

Robalos ao corrico por apinho [23:21 Domingo, 21 de Julho de 2019]

Cana barros stout yellow atack por Sesimbrao [23:11 Domingo, 21 de Julho de 2019]

Pouca actividade peixe na zoa oeste ? por Fisherpro [22:51 Domingo, 21 de Julho de 2019]

Armadilha para camarão por ArmandoMendes [22:45 Domingo, 21 de Julho de 2019]

caça submarina sesimbra / cabo espichel por andrehorta [22:25 Domingo, 21 de Julho de 2019]

Compro shangrilla sansarra por Mguima [20:52 Domingo, 21 de Julho de 2019]

Pode-se pescar em carcavelos á noite? por Ricardo Nunes [20:08 Domingo, 21 de Julho de 2019]

Storm seabass thunder minnow por Diego Alfonso [17:48 Domingo, 21 de Julho de 2019]

Bricolage/ajuda por ArmandoMendes [17:08 Domingo, 21 de Julho de 2019]