collapse

Autor Tópico: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar  (Lida 5069 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline DiogoJ

  • Carapau
  • **
  • Mensagens: 56
  • Agradecido: 3 vezes
    • Barcouço
  • No Pesqueiro desde:
  • 15:29 Sábado, 23 de Julho de 2016
Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« em: 12:30 Terça, 08 de Agosto de 2017 »
Acredito que esta questão seja comum com outras pessoas.
Há imensos tipos de jigs, swimming, footbal, finesse, casting, flipping etc etc, e dentro destes ainda há os de linha horizontal e linha vertical.

Do que estive a ler a escolha prende-se essencialmente com o tipo de fundo da zona em que estamos a pescar, excepto o finesse e o swimming.

Um exemplo prático de dois sítios distintos onde pesco:
- Uma lagoa com fundo arenoso, profundidade nunca superior a 2/3m, com algumas algas extremamente moles, sem risco de prisão, e alguns nenúfares e caniçais em algumas zonas da margem.
- Uma barragem com fundo de cascalho, profundidade por vezes superior a 10m e imenso "lixo", essencialmente troncos, mas também com algumas estruturas em zonas menos profundas.
 

Offline Quantum

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 1109
  • Agradecido: 84 vezes
    • Alentejo, terra mágica...
  • No Pesqueiro desde:
  • 10:07 Terça, 24 de Dezembro de 2013
Re: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« Responder #1 em: 17:37 Terça, 08 de Agosto de 2017 »
 Bem, os jigs...  os jigs são um mundo!

 O que é uma afirmação curiosa uma vez que o formato básico é o mesmo, a primeira coisa que se deve evitar é os termos flippin jig e pitching jig pois esses termos fazem referencia a um tipo de lançamento que se costuma fazer com equipamento de casting, ora todo e qualquer tipo de jig pode ser lançado com um pitch para extrutura.

 A principal diferenciação entre diferentes tipos de jigs são a sua cabeça (formato e peso) e o seu anzol (tamanho e espessura do mesmo). Hoje em dia existem milhentas denominações diferentes para diferentes tipos de jigs, contudo isso é mais propaganda que outra coisa. Os tipos de jigs mais comuns e que realmente interessa saber são os seguintes:

-Finesse jigs



 Como o próprio nome indica um finesse jig mais não é que um jig mais pequeno, mais leve, com anzol de menor tamanho e espessura. Existem com todo o tipo de cabeças (embora o formato mais comum e usado seja o esférico) pelo que não existe um tipo especifico de cabeça que possa ser designado como "cabeça finesse". Usam-se geralmente com atrelados igualmente mais pequenos, geralmente lagostins e criaturas (ainda que se possa experimentar outros atrelados menos comuns...  mas já aprofundarei este assunto um pouco mais á frente)


-Swim jigs



 Os swim jigs são talvez os jigs que mais se diferenciam de outros tipos de jigs pois foram desenhados para ser pescados de forma diferente. Enquanto que a maioria dos jigs são pescados como amostras de fundo, tentando imitar uma das presas mais comuns dos Achigãs (os lagostins), os swim jigs, como o seu nome indica, são feitos para se recuperarem com uma recuperação constante nadando (lá está...  swim/nadar) a meia agua. O seu propósito é mais imitar um pequeno peixe presa do que um lagostim. Em virtude de serem desenhados para nadar as suas cabeças são mais cónicas e afuniladas, em suma hidrodinâmicas, que as de outros jigs.


-Football jigs



 Mais uma vez o nome indica a característica diferenciadora do jig, neste caso o facto de terem a sua cabeça com um formato semelhante á de uma bola de futebol americano, ou seja, oval. Estes jigs  são talvez os mais "technic specific" pois a única utilização onde se destacam claramente é quando se pesca em fundos de pedra com muita prisão. Onde, em virtude da sua cabeça mais larga e abaulada, são menos propícios a prender nas pequenas fissuras das pedras por oposição aos outros tipos de jig que, tendo cabeças mais hidrodinâmicas e afuniladas, são mais propensos a prender nesses locais.


-Arky jigs



 Este é, muito provavelmente, o formato de cabeça mais abrangente do mercado e que se adequa melhor a mais cenários. Têm um formato de cabeça tipo gota de agua/coração, com curvatura ascendente, o que os torna relativamente resistentes a prisões e até para se utilizarem como swim jigs servem pois são relativamente hidrodinâmicos. Geralmente quando se fala em Flippin  e pitching jigs é a este tipo de cabeça que a malta se refere (ainda que, lá está, o termo mais correcto não seja esse como expliquei acima).

 E estes são os tipos principais de jigs!

 Passando agora para os atrelados...  os mais comuns são se longe os lagostins para os jigs de fundo, pois ao fim e ao cabo é um lagostim que se está a querer imitar, e os grubs e swimbaits tipo padlle tail nos swim jigs pois aí é mais um peixe presa que se pretende imitar. No entanto, isso não significa que não se possa usar outros tipos de atrelado!
 Posso dizer que, ao longo dos anos, já experimentei de tudo como atrelados de jigs...  desde finesse worms, salamandras, senkos, criaturas em geral etc etc...   e com praticamente todos tive resultados.  Contudo, os lagostins e os swimbaits costumam ser, de longe, os meus atrelados preferidos. As minhas escolhas pessoais costumam ser as seguintes:

-Keitech Swing impact fat 3.8



 Para os swim jigs.


-Strike king rage tail craw



 Nos seus diferentes tamanhos e apenas para o tempo quente (do meio da primavera ao meio do outono) pois têm muita acção nas garras.


-Yum craw papi



 Nos seus diferentes tamanhos e para o tempo mais frio (do meio do outono ao meio da primavera) pois têm uma acção das garras mais discreta que eu prefiro para aguas frias.

 Em relação ao equipamento com que os pescar...  os jigs, em virtude de terem guarda ervas e anzois bastante grossos (excepção aos finesse obviamente) devem ser sempre pescados com equipamento a dar mais para o lado do pesado...  e isto é muito importante! Os finesse jigs costumo pesca-los com uma médium ou uma médium heavy de acção rápida (dependendo da cobertura que haja no local onde os estamos a pescar), carreto de rácio o mais alto possível com um multi 0,18mm ou um fluorocarbono 0,25mm, por exemplo, pois têm um anzol mais fininho e não necessitam de tanta potência para a ferragem.
 Os jigs "normais" começa depois a depender do seu peso. Dos 1/4oz (7 gramas) até aos 3/8oz (10 gramas) costumo pesca-los com uma Medium Heavy de acção rápida emparelhada com um carreto de rácio o mais alto possível com um multi 0,25mm ou um flurocarbono 0,28mm por exemplo.
 Dos 1/2oz (14 gramas) para cima já é, claramente, território das Heavy de acção rápida (aqui falamos de verdadeiros cabos de vassoura), mais uma vez emparelhadas com carretos de rácio o mais rápido possível. Linhas podem se usar desde um multi 0,28mm a um fluorocarbono 0,32mm por exemplo.

 Suspeito que neste ponto alguns devem mais uma vez estar a pensar "Eishhh...  este gajo deve pensar que está a pescar tubarões para usar linhas destas!!", mas, mais uma vez repito o que já disse por aqui inúmeras vezes...   não se regulem, aquando da escolha de linha a usar, pelo peso do peixe que pretendem apanhar mas sim pelo sitio onde o pretendem apanhar! Mais a mais para uma técnica tão especifica e "pesada" como os jigs...   é das coisas mais importantes que tenho para vos ensinar!  ;)

 Só mesmo a titulo de exemplo, e para vossa orientação, deixo os conjuntos que normalmente costumo usar:

-Para finesse jigs

G-Loomis E6X 6.9" Medium X fast action + Shimano Aldebaran 51 HG 7.4:1 com flurocarbono Seaguar AbrazX 0,25mm



-Para todo o tipo de jigs até aos 3/8oz (10 gramas).

Colmic Herakles Premium Indyo 7" Medium Heavy fast action + Shimano Metanium XG 8.5:1 com Flurocarbono Seaguar AbrazX 0,28mm



-Para todo o tipo de jigs dos 3/8oz (10 gramas) para cima.

Colmic Herakles Black Weapon Revenge 7.2" Heavy fast action + Daiwa Zillion TWS 9.1:1 com Multi Sufix 832 0,28mm e chicote de Sufix 100% flurocarbono 0,30mm.

 Convém se calhar esclarecer neste ponto que geralmente o peso dos jigs que vem indicado nas embalagens apenas se refere mesmo ao peso da cabeça! Portanto a esse peso não se esqueçam que têm a acrescentar o peso das saias, do anzol e do atrelado...  pelo que um jig de 3/8oz (10 gramas) ao fim de montado e pronto a pescar pode muitas vezes, dependendo do atrelado, pesar mais de 20 gramas! Daí a preferência de se usar canas que aparentemente podem parecer ser demasiado potentes para o peso indicado do jig...

 Em relação á forma de os pescar....   os jigs devem ser pescados como se os estivéssemos a tentar perder!! E este é o concelho mais importante que vos posso dar no que á pesca com jigs diz respeito! Lancem-nos mesmo para o meio da "selva" pois é aí que eles pescam melhor. Arrastem-nos no fundo ao longo de drop offs e em zonas de muita pedra, lancem-nos para o meio da lenha e ervas mais cerrado, façam-nos nadar (neste caso os swim jigs) lentamente no meio do máximo de extrutura possível...  sim, vão perder muitos no processo... mas o que é que preferem? Não perder material mas também não apanhar peixe ou perder alguns jigs de tempos a tempos mas tirar uns bons bacalhaus no processo?

 Outro aviso que não posso deixar de dar é o seguinte, á excepção dos finesse jigs (que garantem bons números pois lá está... são pequenos) os jigs em geral não são uma amostra propriamente de quantidade...  são uma amostra de qualidade! Ou seja, quanto maior o jig menos picadas vocês terão, contudo, serão picadas de peixe bem melhor! É preciso muita paciência até se ganhar confinaça na pesca com grandes jigs mas acreditem...  assim que desvendarem os seus segredos torna-se possivelmente na pesca mais viciante que se pode fazer ao achigã...  ;)

 Para finalizar o testamento, que já vai bem longo, deixo apenas um concelho...  se estão á vontade com compras on-line não comprem os vossos jigs cá em Portugal! Os preços costumam ser escandalosos por jigs de fraquíssima qualidade...  vão ao ebay e procurem por marcas como a Skinny Bear, Dirty Jigs, Siebert Outdoors, Nutech etc etc...  que vos dão jigs atados com arame, com saias de silicone e anzois de primeiríssima qualidade a preços muuuuiiito mais em conta.

 Qualquer questão adicional não exitem em perguntar!   ;)

José Elvas


« Última modificação: 17:45 Terça, 08 de Agosto de 2017 por Quantum »
 

Offline DiogoJ

  • Carapau
  • **
  • Mensagens: 56
  • Agradecido: 3 vezes
    • Barcouço
  • No Pesqueiro desde:
  • 15:29 Sábado, 23 de Julho de 2016
Re: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« Responder #2 em: 22:55 Terça, 08 de Agosto de 2017 »
Quantum.... Meu deus. Eu nem sei de que forma te agradecer. Sempre que leio as coisas que escreves fico com com vontade de passar uma tardada a ver-te pescar e a aprender.
Uma verdadeira enciclopédia sem medo de passar conhecimento.
Um verdadeiro obrigado 😊
 

Offline Zé Maria

  • Nerd!
  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 3764
  • Agradecido: 354 vezes
    • Vila do Conde
  • No Pesqueiro desde:
  • 16:32 Sábado, 21 de Dezembro de 2013
Re: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« Responder #3 em: 23:09 Terça, 08 de Agosto de 2017 »
Sai mais um tópico fixo na secção para o José Elvas.
O homem é uma enciclopédia!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: DiogoJ

Offline Dan

  • Boga
  • *
  • Mensagens: 30
  • Agradecido: 1 vezes
  • Fish on!!!
    • Aveiras, Lisboa
  • No Pesqueiro desde:
  • 23:58 Segunda, 11 de Setembro de 2017
Re: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« Responder #4 em: 01:15 Terça, 12 de Setembro de 2017 »
Excelente Quantum!!! Obrigado também pela explicação porque também serve em partes para mim.

Cumprimentos
 

Offline dpeneireiro

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 1210
  • Agradecido: 67 vezes
  • Pescar não é somente apanhar peixe.
    • Tomar
  • No Pesqueiro desde:
  • 15:03 Quinta, 26 de Dezembro de 2013
Re: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« Responder #5 em: 10:53 Terça, 12 de Setembro de 2017 »
É o Boss destas coisas e deste tipo de pesca que mais dizer...

Muito bom, como sempre.

Grande abraço.
 

Offline Tiago Macedo

  • Corvina
  • ****
  • Mensagens: 423
  • Agradecido: 24 vezes
    • Porto
  • No Pesqueiro desde:
  • 12:15 Sexta, 14 de Outubro de 2016
Re: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« Responder #6 em: 11:10 Terça, 12 de Setembro de 2017 »
Realmente é um excelente tópico com um grande e detalhada explicação.
Eu no pouco tempo que dou a pesca em aguas interiores tenho usado Jigs de forma random, ou seja, ao calhas. Quer com swim baits quer com baits de finess como o senko ou lagostins. Devido ao pouco material que possuo no máximo vou ate as 10gr. Em boa verdade os resultados tem sido nulos por isso valorizo muito estas explicações que nos podem ajudar a melhorar.

Uma duvida :

Podemos chamar Jigs  quando usamos :
 - anzóis textas que trazem o chumbo distribuído na lateral (barriga do anzol)  ?
 - o peso separado do anzol, montagem tipo texas ou  atreado ao anzol por clip  ?



Quem quer pescar há-de-se molhar.
 

Offline hilariomoreira

  • Boga
  • *
  • Mensagens: 3
    • Aljustrel
  • No Pesqueiro desde:
  • 15:35 Domingo, 01 de Abril de 2018
Re: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« Responder #7 em: 12:01 Sábado, 07 de Abril de 2018 »
Parabéns pelo post.
Sem duvida algo para interiorizar e testar....
Cumprimentos,

Hilário Moreira
 

Offline Rui Oliveira

  • Marlin
  • *****
  • Mensagens: 650
  • Agradecido: 2 vezes
    • Gondomar
    • LUXFISH
  • No Pesqueiro desde:
  • 11:53 Sábado, 01 de Fevereiro de 2014
Re: Quais os tipos de Jigs e como e quando usar
« Responder #8 em: 10:15 Quarta, 30 de Maio de 2018 »
Excelente post Quantum  :aplau:

Pescar é muito mais que tirar peixes da água!! ;D
 

 

* Tópicos Recentes

Fita silicone proteção cana por FGuedes [Hoje às 09:21]

Iniciar pesca submarina por touny71 [Hoje às 01:27]

Não resisti e fui apanhado pela PC por Ernesto Lima [19:41 Terça, 02 de Março de 2021]

Lanterna SKILHUNT 1200 Lumens HO3 por jorban [18:42 Terça, 02 de Março de 2021]

Cana surfcasting por lourenco1968 [23:42 Segunda, 01 de Março de 2021]

Fio Pesca por ruipereira [21:14 Segunda, 01 de Março de 2021]

Mare do norte por ffgsoares [18:50 Segunda, 01 de Março de 2021]